Existem 3 tipos de jogadores1:

  1. Frágeis;
  2. Robustos;
  3. Antifrágeis.

E ao contrário do que possa parecer, nada tem que ver com as capacidades condicionais que exibam.

(Uma tentativa de aplicar a ideia introduzida por Nassim Taleb ao futebol. Que ele me perdoe.)

Frágil: um peso de 15kg em cima de um ovo esmaga-o.

Robusto: tu com um peso de 15kg em cima, segura-lo e nada te acontece.

Antifrágil: tu levantares o peso todos os dias, o número de vezes suficiente, nem partes, nem ficas igual. Ficas mais forte.

O que é frágil não resiste ao que lhe é adverso. O que é robusto resiste ao que lhe é adverso. O que é antifrágil melhora com o que lhe é adverso.

Aplicar a Antifragilidade ao Futebol

No futebol abundam adversidades. É um desporto de oposição, com um adversário a dar tudo para diminuir condições e opções de jogo. A isto reagem de forma diferente cada um dos 3 tipos de jogador.

O jogador frágil

Um jogador frágil não resiste a condições desfavoráveis, à falha de uma rotina, ao adversário que lhe move uma marcação a que não está habituado, a uma palavra (ou falta dela) fora do normal do seu treinador.

Pode ser um craque, mas precisa de estar confortável. Faz um coisa bem, mas quando não a pode fazer desaparece: um jogador de duelos precisa do caos, como um 9 forte no jogo aéreo precisa de cruzamentos.

O jogador robusto

Um jogador robusto é muito difícil de anular, sabes de cor o que vai dar e o que vai dar é sempre muito próximo do seu potencial máximo.

É o sonho de qualquer treinador.

Mais do que um jogador de 1001 recursos, é um jogador cujos recursos estão dominados ao extremo. O que sabe fazer faz bem. Sabe onde estão as suas limitações e esconde-as.

O jogador antifrágil

Um jogador antifrágil é caso raro: quanto mais o adversário o tenta anular, mais se expõe à qualidade destes jogadores. Tapas uma linha de passe e ele encontra duas. Marcas ao homem e ele abre clareiras.

Quando sobe a dificuldade, sobe a qualidade da solução que vai dar.

Em conclusão

Jogadores que precisam daquilo que lhes podes tirar são frágeis.

Jogadores que não precisam de nada do que lhes possas tirar são robustos.

Jogadores que criam mais daquilo que lhes tentas tirar são antifrágeis.


  1. Baseado nesta minha thread no Twitter.